logo
Filhas e filhos da alma!

Retrospectiva Íntima

Ante a Palavra do Cristo

Quando Deus Criou as Mães

O perfume do bem

Planejamento

Mais Mensagens...
Inicial
Nossa História
O que é o Espiritismo
Conheça Allan Kardec
Obras Básicas
Departamentos
Horários de Funcionamento
Palestras
Boletim do Caminho
Clube do livro
Livraria
Notícias
Artigos
Biografias
Mensagens
Mídia Espírita
Galeria de imagens
Outros sites
Fale Conosco

Siga-nos no Twitter
@SECAD_
/Artigos/Caridade-e-trabalho-voluntario/

Caridade e trabalho voluntário

  

 

Recelina Nadir Veron

      Quando ALLAN KARDEC coloca a caridade como critério de salvação ele apenas faz reviver a concepção verdadeira de salvação, conforme a entendia JESUS.
      A verdadeira caridade não é o ato de dar. É o ato de doar-se juntamente com aquilo que se dá. Mas, para que isso aconteça e possamos nos amar como irmãos em humanidade, devemos começar fazendo exercícios de autoamor e, ao mesmo tempo, de amor ao próximo.
     A prática do Serviço de Assistência e Promoção Social Espírita (SAPSE) é um grandioso exercício para alargarmos o amor ao próximo.
      É fundamental que desenvolvamos uma postura amorosa. O amor é gerado pelo dever consciencial, que é o resultado do esforço de desenvolvimento do amor incondicional, gerador da compaixão e da solidariedade. Esse movimento que nos leva a auxiliar as pessoas dentro da realidade delas momentaneamente.
     A prática do amor, da caridade, da misericórdia e de outras virtudes independe de condição social, de etnia, de sexo, etc, basta que sejam virtudes do coração. O trabalho voluntário realizado de forma consciente gera prazer de servir, de ser útil a comunidade, e deve ser feito espontaneamente e com amor, devido à autoconsciência do nosso dever social, dando o sentido a nossa vida de sermos úteis a nós mesmo.
      Cabe ao trabalhador do SAPSE, após a fertilização do próprio coração, semear as sementes de amor, conforme suas possibilidades, para que possam vir a germinar e produzir os seus frutos, sem ter a pretensão de transformar o outro, mas sim de servir de instrumento para que o outro possa vir a transformar-se por si mesmo.
      A nossa função é de semear, oferecer o melhor, sabendo que cada um vai colher de acordo com a sua fertilidade.
        É fundamental a necessidade de esclarecer o assistido, à luz das Leis de Causa e Efeito e da Reencarnação, sobre as suas reais necessidades, principalmente, as espirituais, dando-lhe condições para que possa reviver e ascender, juntamente com o atendimento das necessidades materiais transitórias.
      A parábola do Bom Samaritano oferece pontos significativos que devem ser adotados no SAPSE, à luz da Doutrina Espírita, a qual propõe que a nossa relação com o próximo seja fraterna, pois todos somos irmãos, filhos de DEUS.

         Seja voluntário na Seara de Jesus, nosso Mestre e Senhor! 

 

Fonte: Fora da Caridade Não Há Salvação
Alírio de Cerqueira Filho 


Revista Afinal

Alerta

A Ecologia à luz do Espiritismo

Comer carne ou ser vegetariano

A Ecologia à luz do Espiritismo

Ainda sobre o livro de Humberto de Campos

Duas Questões de Direito Penal

A lição mais importante

Páscoa e Reforma Íntima

Evangelho e simplicidade

O Espiritismo e o livre arbítrio

Apenas dois títulos

Natal e Ano Novo

Reencarnação existe sim, na Bíblia - Jesus conscientiza

Deus, o refúgio de sempre

A Medicina oficial se abre para a questão espiritual.

Viver feliz

Injustiças socias

Dois destinos

Sempre é tempo de recomeçar

Amar é uma decisão

A terapia da esperança

Sensação de Natal

Concisa explanação a propósito dessa tal felicidade

A utilidade da infância

Entrevista com Jorge Maurício - Jornal Semanal de Três de Maio

A desencarnação é a certeza futura que temos.

O sexo é sinônimo de felicidade?

87 anos

Esperança

Solidariedade

Pineal, a glândula da vida mental

Beber alcoólicos é um flagelo Social

A missão da paternidade

Não há efeito sem causa, logo, Deus existe!

Recados do céu

A opinião de Deus

Visão Espírita da Páscoa

O "nada" e a "sorte" explicam o universo?

A fé derruba obstáculos

Doe palavras

Um Pouco sobre o Espiritismo

A família

Evangelização Infanto-Juvenil: Necessidade urgente!

Os porquês da vida

As Propostas Espíritas em Face da Violência Social

© Sociedade Espírita Caminho de Damasco (Santa Rosa - RS) - Sítio Eletrônico