logo
Filhas e filhos da alma!

Retrospectiva Íntima

Ante a Palavra do Cristo

Quando Deus Criou as Mães

O perfume do bem

Planejamento

Mais Mensagens...
Inicial
Nossa História
O que é o Espiritismo
Conheça Allan Kardec
Obras Básicas
Departamentos
Horários de Funcionamento
Palestras
Boletim do Caminho
Clube do livro
Livraria
Notícias
Artigos
Biografias
Mensagens
Mídia Espírita
Galeria de imagens
Outros sites
Fale Conosco

Siga-nos no Twitter
@SECAD_
/Artigos/Ainda-sobre-o-livro-de-Humberto-de-Campos/

Ainda sobre o livro de Humberto de Campos

 

Ainda sobre o livro de Humberto de Campos

 

 

 

 

A obra BRASIL CORAÇÃO DO MUNDO PÁTRIA DO EVANGELHO, assinada pelo Espírito do escritor Humberto de Campos, através do médium Chico Xavier, publicada em 1938, em meio a um dos vários conturbados momentos da política brasileira, revela-nos aspectos interessantes sobre os registros acessados por ele no Mundo Espiritual. Um deles confirma a informação recolhida junto aos Espíritos que auxiliaram Allan Kardec na elaboração d’ O LIVRO DOS ESPÍRITOS, segundo a qual o que observamos nessa realidade em que nos movimentamos por alguns anos constitui-se num prolongamento da observada nas outras Dimensões do Universo, ou como afirmado pelo físico Marcelo Gleiser na obra CRIAÇÃO IMPERFEITA(record,1910), “segundo a Teoria das Supercordas, “mesmo que as dimensões do espaço sejam imperceptíveis, são elas que determinam a realidade física em que vivemos”.

Pelo que se depreende do livro do cronista brasileiro, a opção pelo Brasil que acabaria por ser descoberto pouco mais de um século após a reunião de avaliação sobre o estado geral dos povos influenciados pela mensagem trazida por Jesus no início da denominada Era Cristã, constitui-se apenas numa questão do que poderíamos chamar de logística, assim como as bases da escola fundada na Judeia transferiu-se para Roma, no século IV. Dentre as inusitada informações revelações incluídas no livro, merecem reflexão: “Cada nação, como cada indivíduo, tem sua tarefa a desempenhar no concerto dos povos e, todas têm seus ascendentes no Mundo Invisível de onde recebem a seiva espiritual necessária à sua formação e conservação”.Outra, nos ajuda a entender, até certo ponto,  a proliferação da corrupção no poder: “Muitas vezes, os próprios Espíritos que escolhemos para determinados labores terrestres não resistem à sedução do dinheiro e da autoridade. Sentem-se traídos em suas próprias forças e se entregam, sem resistência, ao inimigo oculto que lhes envenena o coração. Deixai aos déspotas da Terra a liberdade de agir sob o império da sua prepotência. Por mais que operem dentro de suas possibilidades no Plano Físico, a vitória pertencerá sempre a Jesus”.

Demonstrando que sob o ponto de Vista da Espiritualidade, não existem obstáculos intransponíveis quando se tem um objetivo maior e que algumas ações demandam certo tempo para se consumar, o livro revela: “Planificações espirituais nos bastidores da evolução, convertem o minúsculo Portugal, em berço de grandes navegadores da Antiguidade presentes entre o povo Fenício, para que as grandes navegações, descobrissem na busca de rota marítima para as Índias, no Oceano Atlântico, as terras a serem incorporadas aos domínios dos povos português e espanhol, dando início à materialização dos programas delineados na reunião de um século antes.

Para cuidar do País que se formavaJesus designa o Espírito Ismael (raiz do povo árabe) como responsável pela construção da Pátria do seu ensinamento”. Outro ponto interessante é o seguinte: “Deliberada a expansão das áreas habitáveis, o elemento indígena foi chamado a colaborar na edificação da  pátria nova; almas bem aventuradas pelas suas renúncias se corporificaram nas costas da África flagelada e oprimida e, juntas a outros Espíritos em prova, formaram a falange abnegada que veio escrever na Terra de Santa Cruz, com os seus sacrifícios e com seus sofrimentos, um dos mais belos poemas da raça negra em favor da Humanidade”. Fala das lutas nos bastidores da invisibilidade para manter a unidade do território compreendido pelo Brasil, enquanto a América espanhola se fragmentou em vários pequenos paísesRevela que com a Proclamação da Repúblicao Brasil atinge a sua maioridade coletiva.  Tal episódio é de alta significação, pois, como informa, “uma nação que alcança sua maioridade é a responsável legítima e direta por todos os atos comuns que pratica no concerto dos povos do Planeta. Com isso,“separam-se o organismo político do Brasil dos alvitres pertinentes e constantes do Mundo Espiritual, visto que à maneira dos indivíduos, as pátrias tem, igualmente, direito à mais ampla liberdade de ação, uma vez atingido o plano dos raciocínios próprios, ficando o Brasil político entregue à responsabilidade própria.

Se admitirmos o Espiritismo como a revivescência do Cristianismo, apresentando uma visão moderna e substancial da sobrevivência após a morte, da  reencarnação, da influência e comunicação através da mediunidade, da justiça expressa na Lei de Causa e Efeito, e que em nenhum outro País sua mensagem e obras sociais nascidas da sua inspiração se mostra tão vigorosa e atuante, é difícil não admitir ser o Brasil a Pátria do Evangelho nessa fase que se abre para o futuro da Humanidade.

Fonte: Blog "As revelações da Revelação" (http://www.asrevelacoesdarevelacao.com/2014/06/ainda-sobre-o-livro-de-humberto-de.html), consulta em 25/06/2014.


Revista Afinal

Alerta

A Ecologia à luz do Espiritismo

Comer carne ou ser vegetariano

A Ecologia à luz do Espiritismo

Duas Questões de Direito Penal

A lição mais importante

Páscoa e Reforma Íntima

Evangelho e simplicidade

O Espiritismo e o livre arbítrio

Apenas dois títulos

Natal e Ano Novo

Reencarnação existe sim, na Bíblia - Jesus conscientiza

Deus, o refúgio de sempre

A Medicina oficial se abre para a questão espiritual.

Viver feliz

Injustiças socias

Dois destinos

Sempre é tempo de recomeçar

Amar é uma decisão

A terapia da esperança

Sensação de Natal

Concisa explanação a propósito dessa tal felicidade

A utilidade da infância

Entrevista com Jorge Maurício - Jornal Semanal de Três de Maio

A desencarnação é a certeza futura que temos.

O sexo é sinônimo de felicidade?

87 anos

Esperança

Solidariedade

Pineal, a glândula da vida mental

Beber alcoólicos é um flagelo Social

A missão da paternidade

Não há efeito sem causa, logo, Deus existe!

Recados do céu

A opinião de Deus

Visão Espírita da Páscoa

O "nada" e a "sorte" explicam o universo?

A fé derruba obstáculos

Doe palavras

Caridade e trabalho voluntário

Um Pouco sobre o Espiritismo

A família

Evangelização Infanto-Juvenil: Necessidade urgente!

Os porquês da vida

As Propostas Espíritas em Face da Violência Social

© Sociedade Espírita Caminho de Damasco (Santa Rosa - RS) - Sítio Eletrônico