logo
Filhas e filhos da alma!

Retrospectiva Íntima

Ante a Palavra do Cristo

Quando Deus Criou as Mães

O perfume do bem

Planejamento

Mais Mensagens...
Inicial
Nossa História
O que é o Espiritismo
Conheça Allan Kardec
Obras Básicas
Departamentos
Horários de Funcionamento
Palestras
Boletim do Caminho
Clube do livro
Livraria
Notícias
Artigos
Biografias
Mensagens
Mídia Espírita
Galeria de imagens
Outros sites
Fale Conosco

Siga-nos no Twitter
@SECAD_
/Artigos/A-utilidade-da-infancia/

A utilidade da infância

 

Luis Roberto Scholl 

          As crianças são Espíritos que Deus envia para uma nova existência terrena, como uma consequência natural do processo de evolução. São seres milenares, com uma extensa trajetória de reencarnações, que reingressam em núcleos familiares simpáticos ou não, por afinidades ou necessidades, como expiação, prova, resgate ou missão, tendo como objetivo o aprendizado de virtudes e a superação das imperfeições.
 
            Mesmo que o Espírito que habita um corpo infantil seja ainda ignorante no bem, Deus permite que, na infância, se apresente com a aparência de inocência e que seus defeitos mais graves fiquem momentaneamente encobertos pela inconsciência de seus atos. 
 
            Esse aspecto providencial de pureza e dependência não significa uma superioridade autêntica do Espírito, mas é uma forma permitida por Deus para estimular os pais a darem toda a atenção e dedicação necessárias à criança, auxiliando-a no seu desenvolvimento intelecto-físico-moral. Se ela não se apresentasse sob esta forma meiga e delicada, tornar-se-ia mais difícil a missão educadora dos pais e responsáveis, no forjamento de um caráter mais nobre e digno.
 
            Com o tempo a criança torna-se mais independente, adquire mais domínio sobre si e passa a ter mais consciência de seus atos e pensamentos, diminuindo a interferência dos adultos na sua formação. Em torno dos 15 anos, o Espírito vai gradativamente assumindo a sua individualidade, revelando seu caráter real em todas as suas nuances: se permanece bom é porque já é um Espírito fundamentalmente bom; se volta às fraquezas morais, é porque é um Espírito portador de muitas imperfeições. É nesta fase que o processo educacional da infância mostra seus resultados: se os pais lhe deram uma boa formação moral e o filho agregou estes conceitos para sua vida, ele tirou proveito do bom lar que teve; se não aprendeu com o bom exemplo dos pais, torna-se o maior responsável pelas próprias escolhas. Cabe aos pais não se permitirem dar maus exemplos para não serem responsabilizados como negligentes ou relapsos por sua própria consciência. Se observarmos bem, as crianças, desde muito cedo, demonstram suas tendências negativas, servindo de alerta para os pais identificarem quais são as imperfeições que merecem mais atenção e que devem ser modificadas no filho.
 
            A infância é útil porque os Espíritos, ao reentrarem na vida corpórea, frágeis e flexíveis, se tornam mais acessíveis aos conselhos e às experiências daqueles que tem o encargo de encaminhá-los ao progresso. É nesse momento que seu caráter pode ser reformado, combatendo suas más inclinações e fortalecendo suas virtudes. É a sagrada missão que Deus concede aos pais e responsáveis.
 
            A infância não é só útil, mas extremamente necessária e indispensável, pois sem esse período, as chances de uma reencarnação redentora e de desenvolvimento espiritual seriam muito menores.
 

Revista Afinal

Alerta

A Ecologia à luz do Espiritismo

Comer carne ou ser vegetariano

A Ecologia à luz do Espiritismo

Ainda sobre o livro de Humberto de Campos

Duas Questões de Direito Penal

A lição mais importante

Páscoa e Reforma Íntima

Evangelho e simplicidade

O Espiritismo e o livre arbítrio

Apenas dois títulos

Natal e Ano Novo

Reencarnação existe sim, na Bíblia - Jesus conscientiza

Deus, o refúgio de sempre

A Medicina oficial se abre para a questão espiritual.

Viver feliz

Injustiças socias

Dois destinos

Sempre é tempo de recomeçar

Amar é uma decisão

A terapia da esperança

Sensação de Natal

Concisa explanação a propósito dessa tal felicidade

Entrevista com Jorge Maurício - Jornal Semanal de Três de Maio

A desencarnação é a certeza futura que temos.

O sexo é sinônimo de felicidade?

87 anos

Esperança

Solidariedade

Pineal, a glândula da vida mental

Beber alcoólicos é um flagelo Social

A missão da paternidade

Não há efeito sem causa, logo, Deus existe!

Recados do céu

A opinião de Deus

Visão Espírita da Páscoa

O "nada" e a "sorte" explicam o universo?

A fé derruba obstáculos

Doe palavras

Caridade e trabalho voluntário

Um Pouco sobre o Espiritismo

A família

Evangelização Infanto-Juvenil: Necessidade urgente!

Os porquês da vida

As Propostas Espíritas em Face da Violência Social

© Sociedade Espírita Caminho de Damasco (Santa Rosa - RS) - Sítio Eletrônico